Como criar conteúdos para as redes sociais, passo a passo

Fazer uma boa gestão de redes sociais não é mais um diferencial, é uma necessidade! 

É muito comum ver perfis nas redes sociais sem nenhuma estratégia e sem saber muito bem como fazer uma gestão. Isso acontece porque não é nada fácil definir que tipo de conteúdo publicar, com qual frequência, quais métricas analisar, pensar no seu público alvo, informar, entreter, ter ideias de publicações, e tudo mais que envolve uma boa gestão de redes sociais. 

Entenda que: atualmente, os negócios que quiserem crescer, PRECISAM utilizá-las como um canal de comunicação com os seus clientes. Por isso, vou te mostrar alguns processos que aprendi ao longo dos anos, incluindo dicas práticas para você já começar a aplicar na sua estratégia!

Saiba passo a passo como criar conteúdos para as redes sociais:

O que é uma gestão de redes sociais?

Gerenciar as redes sociais é muito mais do que simplesmente fazer publicações! Uma boa gestão diz respeito a um conjunto de ações que tem como objetivo um melhor resultado na estratégia de marketing, atraindo mais clientes para o negócio. 

É um processo que contempla as seguintes etapas → 

  • Estratégia
  • Planejamento do conteúdo
  • Produção das publicações
  • Monitoramento dos resultados
  • Adaptação

Por que é MUITO importante fazer uma gestão de redes sociais?

Publicar conteúdos sem pensar numa estratégia é um erro que pode te custar tempo e dinheiro! Para que isso não aconteça é preciso fazer uma boa gestão das redes sociais para definir os objetivos de cada ação e analisar os resultados de tudo o que foi implementado.

Além disso, é através das redes sociais que você:

  • Abre espaço para que as pessoas conheçam melhor o seu trabalho
  • Mantêm um diálogo com a sua comunidade, criando empatia
  • Divulga conteúdos de qualidade 
  • Pode ser visto como uma autoridade no seu nicho
  • Entende o comportamento dos seus consumidores
  • Facilita para que as pessoas que nem ouviram falar de você encontrem o seu negócio
  • Aumenta o fluxo de pessoas no seu site
  • Fortalece a sua marca
  • Gera credibilidade e confiança
  • Compartilha a visão da marca
  • Faz anúncios segmentados

Se você chegou até aqui, imagino que eu tenha te convencido a melhorar a sua gestão de redes sociais. Então vamos para o passo a passo: 

(sugestão: leitura acompanhada de um café)

Antes, gostaria de lembrar que cada tópico abordado aqui merece um artigo só para ele, pois são temas que devem ser estudados com mais profundidade. O que eu fiz foi um resumo de uma maneira que seja possível ter A SUA ESTRATÉGIA PRONTA AO FIM DESTE TEXTO E EXERCÍCIOS

(depois você estuda mais e vai melhorando com o tempo, combinado?!)

Let’s go!! Você vai precisar de:

🧾Um papel (no meu caso: um caderno)

🖊️Uma caneta preta (no meu caso: várias, e coloridas!)

O seu precioso tempo (o que você achar que a sua marca merece…)

🧠O seu cérebro (bem importante!)

1) Defina o seu objetivo

De nada adianta ter um perfil nas redes sociais se você não tiver um objetivo com isso. 

Um objetivo serve para que as suas ações não sejam em vão e tenham uma direção. Existem diversos objetivos que podem estar conectados à sua estratégia. Por exemplo:

  • Divulgar a sua marca/projeto;
  • Aumentar o número de visitas no site/blog
  • Ter um canal de comunicação com os clientes (e potenciais clientes);
  • Criar uma comunidade;
  • Educar o público através da divulgação de conteúdo de qualidade;
  • Aumentar as vendas;
  • Conseguir mais leads;
  • Criar anúncios

O que NÃO pode ser um objetivo:

  • Fazer uma publicação de vez em quando
  • Apenas divulgar os seus produtos
  • Publicar apenas quando se sentir inspirada
  • Ter um perfil porque os concorrentes também têm 
  • Vender muito e ficar rica

Importante: os objetivos e estratégias podem (e devem!) variar conforme o tempo. Depois de começar a “divulgar a sua marca”, pode achar interessante mudar para o objetivo de “vendas”, e você consegue fazer isso a qualquer momento.

⚠️Hora de começar a sua estratégia! Escreve aí no papel qual é o seu objetivo (ou objetivos) ao criar uma rede social para a sua marca.⚠️

2) Crie a sua persona

Ter somente informações gerais sobre um público não é mais suficiente. Devemos criar personas para enviar a mensagem certa para as pessoas certas e, assim, termos maiores chances de sucesso!

Uma “persona” nada mais é do que uma personagem semi fictícia criada para a nossa marca. Com ela:

  • Conhecemos melhor o cliente e o que ele precisa; 
  • Determinamos o tipo de conteúdo que vamos produzir;
  • Definimos o tom e o estilo da nossa comunicação;
  • Entendemos onde os clientes buscam informações e como querem consumi-las

Exemplo de uma persona:

Mariana, 26 anos: Graduada em Publicidade, pós graduada em Negócios Internacionais e é consultora de Marketing. Namora o Emanuel e mora com 3 amigas num apartamento no Porto. Ela gostaria de aumentar os resultados com marketing e de ser vista como uma autoridade no seu nicho. O seu maior sonho é poder viver fazendo algo que ela acredita que ajuda outras pessoas. A Mariana não aguenta mais ver pessoas romantizando o empreendedorismo e não aguenta mais ouvir que “freelancer” é um trabalho temporário. Os seus principais obstáculos são: ter que empreender sozinha, lidar com a ansiedade, com o excesso de tarefas e a pouca mão de obra disponível para colocar em prática todas as suas ideias. Os principais valores da Mariana são: Honestidade, comprometimento e dedicação. Ela se interessa por assuntos relacionados ao desenvolvimento pessoal, marketing, budismo, comunidades, comportamento do consumidor e busca por essas informações em blogs, no Youtube e Instagram.

 

⚠️Chegou a sua vez! Responde a essas 6 perguntas e você vai ter informações boas o suficiente para começar HOJE a produzir conteúdo para as suas personas: ⚠️

  • Quais são os maiores sonhos dessa pessoa?
  • O que ela não aguenta mais ouvir?
  • Quais são os motivos de frustração dela? E o que a limita?
  • O que essa pessoa mais valoriza?
  • Quais redes sociais ela mais usa? Onde ela busca por informações? 
  • Que tipo de assunto interessa a ela sobre o seu nicho?
  • Quais as objeções mais comuns aos produtos/serviços que você vende?

Para saber mais sobre personas, leia este artigo completíssimo da Rock Content. (enquanto eu não crio um aqui, claro” rs)

3) Tenha um Calendário Editorial

Agora vamos criar uma estratégia para a presença da sua marca nas redes sociais! O calendário editorial é um cronograma que serve para organizar todo o conteúdo que você vai produzir. Ao usar essa ferramenta, você consegue:

  • Documentar toda a sua estratégia 
  • Controlar melhor a frequência das publicações
  • Organizar os prazos
  • Economizar tempo
  • Não repetir temas e diversificar os formatos
  • Testar os melhores dias e horários para as publicações
  • Analisar constantemente a evolução da sua estratégia

Esse é um dos pontos mais importantes, pois ele que vai guiar toda a sua estratégia. Você pode fazer este controle na ferramenta que quiser.

4) Quem são as suas referências?

Ter boas referências facilita MUUUITO o processo de criação de conteúdo! Elas são o combustível para a sua criação, que fica bem mais fácil quando você tem ideias variadas que podem ser desenvolvidas em conjunto. Estas ideias vão surgir das lembranças de coisas vistas anteriormente, que podem, ou não, ter ligação com o assunto que você está escrevendo. 

Quer motivos para fazer isso?

  • Alimenta a sua criatividade! (Quanto mais você lê, assiste e questiona, mais você alimenta o seu “banco de dados”, e é isso que te ajuda na hora de criar.)
  • Te mantém informada sobre o que está acontecendo por aí. (É essencial avaliar o que os outros profissionais da sua área estão fazendo.)
  • Forma critério. (Como você vai saber se o seu conteúdo está ruim, se você não sabe o que é um bom conteúdo?!)

As suas referências podem vir de muitos lugares, desde que você observe-as com a intenção de captá-las. Assistir comerciais, Netflix, ouvir músicas, conversar com outras pessoas, acompanhar influenciadores digitais ou outras contas no Instagram, pesquisar no Pinterest, tudo isso pode servir de ideias e referências!

Quer ver uma parte das minhas referências visuais? Olha a minha conta recente no Pinterest.

⚠️Your turn! Escreve aí no seu papel pelo menos 8 referências de profissionais ou contas/marcas que você gosta muito de acompanhar e consumir conteúdos!⚠️

Feito? Ok, vamos para a próxima etapa!

5) Quais redes sociais faz sentido a sua marca estar presente?

Onde o seu público está? Muitas vezes a única forma de descobrir isso é: testando. 

Sugiro escolher inicialmente apenas 2 redes sociais que você já tem o costume de utilizar frequentemente (e claro, se achar que o seu público também está lá!). Vamos começar com elas!

Vale lembrar que o BLOG deve fazer parte da sua estratégia de conteúdos (sendo, talvez, a parte mais importante!)

⚠️Escolheu? Então segue….⚠️

6) Qual será a frequência das publicações?

Essa escolha vai influenciar toda a sua estratégia e a quantidade de conteúdo que vai produzir. Você deve escolher com muito cuidado, de acordo com o que você realmente acha que consegue cumprir. Afinal, não adianta em uma semana publicar todos os dias e, na semana seguinte, nenhuma vez. É preciso ser consistente e manter a qualidade dos conteúdos, independente da quantidade.

IMPORTANTE: As redes sociais não exibem o conteúdo por ordem cronológica, mas sim por relevância! E o que determina essa relevância? A interação nas primeiras horas. Quanto maior for a interação nos primeiros minutos e horas, melhor será o desempenho da publicação (algumas redes sociais trazem análises de quais horários são os melhores para a sua página). Não existe uma regra clara sobre os melhores horário: teste!

⚠️Hora de tomar uma decisão! Quantas publicações por semana vai fazer? E quantos artigos? Quais horários vai testar primeiro? Escreve aí no papelzinho, vai.⚠️

7) Como ter ideias para tantas publicações?

É super possível driblar a dificuldade de se ter ideias boas e continuar produzindo com consistência numa estratégia de conteúdo. Criei aqui um artigo que tem 6 dicas de coisas que funcionam para mim.

Ah! Lembre-se de diversificar a programação para que ela não fique repetitiva! Algumas sugestões:

  • Imagens
  • Vídeos (gravados ou ao vivo)
  • Artigos (sobre “o que” , “por que”, “como”)
  • Tutoriais passo a passo
  • Conteúdo dinâmico: enquetes, perguntas
  • Memes
  • GIFS
  • Podcasts
  • Entrevistas
  • Notícias 
  • Curiosidades
  • Infográficos
  • Desenhos e ilustrações
  • Jogos (gamificação do conteúdo)
  • Capturas de tela
  • Ebooks
  • Conteúdos inspiracionais e motivacionais

Algumas dessas ideias podem dar certo, outras podem dar errado. O objetivo é criar conceitos pautados em metas para testá-los.

8) Mensurar os resultados

Como você vai saber se a sua estratégia está indo bem se não olhar para números?!

“O que pode ser medido, pode ser melhorado.”

Peter Drucker

Como qualquer outro tipo de estratégia, é preciso acompanhar e avaliar os resultados ao longo do tempo. 

Para isso, você precisa definir quais métricas são importantes dentro da sua estratégia. Analisando essas métricas, que podem ser retiradas diretamente de cada rede social, é possível tirar insights para a melhoria constante da sua estratégia. Para saber mais sobre quais métricas analisar, lê esse artigo da Rock Content sobre o assunto.

PRONTO!

• Você já definiu onde quer chegar com tudo isso (objetivos).

• Você já sabe quais são as principais dificuldades da sua persona!

• Já escolheu a periodicidade e os horários que vai publicar. 

• Já decidiu as redes sociais que vai estar presente

• Tem um calendário TOP para documentar tudo.

• Já tem referências para buscar por ideias e vários formatos para conteúdos.

⚠️ AGORA É HORA DE SENTAR,COMEÇAR A PENSAR E PRODUZIR!⚠️

Espero que esse conteúdo tenha sido útil! ♥

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *